...Delírios Insanos...


24/01/2012


Desânimo, irritação, tristeza, falta de vontade, carência, depressão, impaciência... Tenho me resumido somente a isso.
Tenho entrado em desespero por ver que quanto mais tento caminhar, mais minhas pernas não se mexem.
Falta algo a mim, e algo urgente.
Parece que eu vou explodir, pois já não me aguento mais em mim.. Vontade de me rasgar e sair de mim mesma.. Sumir, desaparecer...
Agonia por não conseguir sair disso e por não ter ânimo de ir avante..
Não tenho coragem pra mais nada a não ser ficar sozinha pensando em tudo e não chegando a conclusão de nada.
Sei que tudo depende de mim, mas a força de vontade falta. Será que um dia será vendido em farmácia?
Estou saturada de muitas coisas e demuitas pessoas.. E não tenho achado nada e nem ninguém que supra a necessidade que nem eu mesma sei qual é..
Preciso me sentir bem, e preciso logo.

Escrito por Dead Poetess às 22h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

14/05/2011


Olá!

Muitíssimas coisas aconteceram nesses dois anos sem escrever aqui.
Minhas vida virou de ponta cabeça.
Fiz grandes descobertas e me feri em diversos casos.

Descobri que sou capaz de amar. Descobri que EU posso isso, e isso, me modificou muito.
Amei, amo, e amarei com toda a intensidade que nunca imaginei conseguir.
Meus sentimentos estão tão conturbados que é como se dançassem ao som de uma orquestra sem harmonia..
E eu não consigo juntar as palavras pra expressar exatamente o que eu sinto.. Minha mente está um perfeito caos..
Não sei onde errei. Posso considerar um erro amar demais?
Eu me dei inteira. Cada pedaço de corpo e alma.. e hoje, eu junto esses pedaços..

Eu nunca fui e nunca serei perfeita.. e gostaria de que me aceitasse assim.
E sempre, SEMPRE sincera.. principalmente em assumir: "Sim, eu te amo"..
Eu lutei pra mostrar que era digna de sua confiança. E muitas coisas poderiam ter sido evitadas..

O que mais me machuca, em tudo isso, é saber que, infelizmente, não dependeu só de mim..

Como se faz pra arrancar um sentimento que só tem vontade de crescer mais e mais dentro de você?

Eu errei, falhei, e algumas vezes não assumi.
Eu sou falha.. e não queria que nada tivesse acontecido.
Eu sonhei com um futuro lindo.. mas com alicerces de areia..

Parece que essa agonia nunca chegará ao fim.. e não sei se seria capaz para tal novamente.
Todas as lembranças e momentos bons só abrem mais minhas chagas..

Eu amei com todo meu coração.. e agora, não consigo controlá-lo..

Será que isso passa?

Isso tem sido mais um desabafo do que um ..sei lá..
Só sei que dói muito.. querer ao mesmo tempo se afastar e querer cada vez mais perto..
Eu sei que você nunca lerá isso.. mas..

Eu me arrependo de tudo...

Você foi a felicidade mais gostosa que eu vivi...


Eu nunca vou te esquecer..

Te amo.


Escrito por Dead Poetess às 18h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

10/10/2009


NOTA

Bom, infelizmente os sites que possuiam layouts para blog cansaram dessa vida. E eu não acho mais nenum site bom..
Meu lay antigo expirou graças a cancelamento do blog que possuia meu layout. Portanto, coloquei esse mais simples só para manter o blog...

 

=)

Escrito por Dead Poetess às 22h22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

18/01/2009


Lamento de um Palhaço

Perco-me em meus pensamentos. Não sei como aliviar o fardo que desconheço em palavras.
Sou um palhaço triste, que sorri para esconder a dor que guardo sob minha alma.
Tenho o direito de ficar triste e de ser triste, mas não tenho o direito de transmitir isso a ninguém. Cada um já suporta sua própria dor e procura um meio de fugir de suas tristezas. Eu sou esse "meio".
Sinto-me bem quando faço sorrisos nascerem em faces caídas. Sinto-me bem quando faço brotar um sorriso como uma rosa vivaz no meio de pedras. Quando surge brilhos nos olhos em meio a neblima. Mas, quem fará o mesmo por mim? Quem poderá ver que atrás de olhos alegres, há sentimentos tristes? Quem será capaz de curar o curador das dores alheias?
Já tentei de todas as formas ser feliz. Até mesmo fazendo "palhaçadas" (que diga-se de passagem, é meu trabalho), em frente ao espelho, mas nada aconteceu. Apenas me senti ridículo.

Um palhaço triste. Grande paradoxo. Escolhi a profissão errada? Ou o destino foi tão cruel comigo por fazer as pessoas rirem e eu.. bom, eu não.
Mas, sinto-me satisfeito por realizar com êxito essa incumbência feita a mim. Mesmo eu sendo conhecido como aquela figura feliz com nariz vermelho e que faz todos rirem.
Máscara.
E se esse for mesmo o trabalho destinado a mim, que eu o cumpra com toda minha alma. Mesmo que isso custe ficar sem o meu maior sonho: também sorrir para a vida.

Escrito por Dead Poetess às 22h13
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

27/10/2008


Ela não precisa de sorrisos, nem de lágrimas, nem de pena...
Ela não precisa de amigos, nem de amores, nem de ninguém...
Ela não precisa de ajuda, nem de pena, nem de caridade...
Ela não precisa da vida. Ela não precisa de nada.
Ela precisa apenas de um grande descanso.
Descanso e conforto para uma alma atormentada e confusa.
Uma alma que se perdeu no limbo do tempo. No fogo do inferno. Na agonia da vida.
Uma alma que há muito se desprendeu do carnal. Que vaga sem rumo.
Ela simplismente precisa de uma nova chance. De um Deus que a ame e não a esqueça.
De um Deus que exista.


Escrito por Dead Poetess às 23h48
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/07/2008


Precisava escrever. Mesmo que algumas linhas sem sentido.
Sinto-me estranha.
Quero dizer/transmitir o que sinto, mas não sei nem por onde começar.
Não gosto de me sentir assim.
É como se eu estivesse, ao mesmo tempo, triste e feliz. Pareço uma bomba desregulada, prestes a explodir a qualquer momento.
Viver nesse oxímoro não é algo agradável.
Tenho andado ansiosa com algumas coisas que já deveriam ter acontecido.
Tenho andado estressada com situações banais.
Tenho dado o sangue àquilo que mais quero, em vão..
Não tenho sido eu mesma. A não ser que ISSO, seja eu mesma.. Nunca me entendi de fato.

É fácil dizer que está tudo certo, sorrir e seguir adiante...
É difícil fazer tudo isso sem vontade alguma.
Não sei o que se passa. Não sei o que fazer da minha vida.
A real pergunta é: "O que acontece comigo?"
Não tenho tudo o que desejo, mas o que tenho, já me satisfaz..
Tenho poucas, mas importantes pessoas maravilhosas ao meu lado (não literalmente); ouço música (coisa que adoro fazer), estudo.. Mas parece que nada disso me sacia. Eu quero mais, mas ao mesmo tempo, não quero nada..
Vícios e vontades.. Desandei a fazer tudo errado.
Tudo bem! Uma hora eu aprendo.. 'quebrando' a cara, ou não...

Medos passados vem se tornando cada vez mais presentes, também..
Parece que há uma parte da minha vida que não dá para ser apagada de jeito algum. Ou talvez, essa parte não queria se apagar.
Tomara que isso mude com um novo futuro....

Enquanto isso, eu espero. Parada. Estática....
Dizem que o tempo é o melhor remédio..
É uma pena que ele está em falta à venda...

Até lá, eu fico com meus  desejos, com minhas vontades, com minhas platonices..
Com meus delírios insanos...

Escrito por Dead Poetess às 18h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

27/05/2008


Falarei de tudo hoje..
De tudo que me faz ficar calada e estar gritando por dentro. De ódio, de tristeza...
Sempre me pergunto se tudo isso é passageiro, como a vida é..
Por que se não, não entendo por que vivo..
Se for algum teste, já fui a muito reprovada por falta de forças..

Tenho andado cada vez mais cansada. De muitas coisas..
Tenho vontade de ser livre. Rir, chorar, aproveitar a vida (ou qualquer outra opção), sem medo de ser ridícula e sofrer críticas.
Tenho vontade de sumir e dar um ponto final em tudo. Pra sempre...

Por mais difícil que seja, ainda estou aqui, em corpo ou alma, não importa..
Ainda estou aqui..
Sobrevivendo e desistindo de muitas coisas...

Escrito por Dead Poetess às 23h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

23/04/2008


Desistir, tem sido uma das palavras que mais tem pesado em minha mente. Mesmo sabendo que isso não é o certo a se fazer.
Porém, tudo que se repete por um longo tempo, acaba cansando.
Até que, temos em mente que um dia diremos com todo o orgulho "Eu consegui"...
Bom, qual seria a graça da vida se tudo fosse conquistado da maneira mais fácil?
Não sei, mas seria um pouco melhor do que dar praticamente o sangue porque algo incerto.
Tem que se ter força e coragem para se vencer! Aceitar todas as condições que a vida lhe impõe, menos a chance de perder.
Ultrapassar seus próprios limites, é sinal de superação...
O foco sempre é desviado por algo inoportuno que aparece pela frente, ai, vem à prova sua força de vontade! Por mais forte que você seja, pode perecer.
Guerreiros lutam por aquilo que acreditam. Não pensam nas consequências negativas. Pensam no que vão fazer com a conquista daquilo por que lutam. 
Mas guerreiros também cansam. Mas nunca perdem a ansia por aquilo que desejam.
Pelo contrário, se por um caminho não deu certo, que tal tomar outro?  
Ter mente aberta para novas ocasiões é necessário. Nem sempre aquilo por que você luta, é o que o destino quer que você consiga.
Algo mais grandioso te espera!

Escrito por Dead Poetess às 13h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

29/02/2008


Escrevendo às traças, mais uma vez..
Não importa quem leia minhas insanidades, e sim, que eu as escrevas..
Faz anos que tenho esse blog e sinto que o sentimento que eu tinha quando o criei e o sentimento que tenho agora, ainda é o mesmo. Sò que mais intenso.. Aqui sou eu na realidade... Sem máscaras..sem farsas..
É uma pena não poder dispor meu tempo a ele, apesar de ser uma parte de minha alma aqui..

Fiquei feliz em saber que fui uma das Top 20 do concurso de blogs!
Obrigada à Administradora do concurso!

Enfim...não ando bem..
Não tenho vivido...
Estou tão cansada..
Mas quem se importa..?
Venho levando-a e assim será..
Pareço uma coitadinha falando..

Até qualquer dia, meu querido blog...
Minhas queridas traças, teias de aranhas e assombrações que vagam por aqui =)

 

Escrito por Dead Poetess às 00h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/12/2007


Um grito silencioso! É tudo o que ela consegue fazer agora..
Ela agradece por tudo que tem, inclusive às oportunidades que lhe concedem. Mas ela está cansada da vida fútil que leva. Cansada de só escutar e nunca falar.. Cansada de se alvo somente de críticas e nunca elogios.. Ela está começando a ficar cansada de viver..
Por mais forte que ela pareça ser, ela não é... Seu rosto sorri diante aos outros enquanto sua alma agoniza..
Ela tem pena de todos, e pena dela mesmo por não ter forças o suficiente para fugir dessa hipocrisia toda..
Ela não pede ajuda a ninguém. Pelo contrário, odeia que se 'preocupem' com ela. Só precisa de um canto para ficar sozinha e deixar o tempo passar e  levar suas insanidades...

Quem sabe um dia ela possa sorrir de verdade, sem se preocupar se a acharam ridícula por rir sozinha?

Escrito por Dead Poetess às 21h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

03/12/2007


Não tenho o que dizer muito, ultimamente...
As palavras estão se tornando tão escassas..
Só posso dizer que me sinto feliz, graças a algumas atitudes que tive coragem de realizá-las!
Espero que tudo dê certo daqui pra frente..
Estou lutando para que assim seja..

Depois posto algo decente aqui, e com conteúdo..
Preciso fazer alguns textos...
Há tempos, não escrevo..

Um grande beijos às almas perdidas por aqui..

Tarja Turunen (Deusa) - I walk alone

Eu Caminho Sozinha


Coloque todos os seus anjos à beira do abismo
Guarde todas as rosas, eu não estou morta
Eu deixei um espinho debaixo da sua cama

Eu nunca fui

Vá dizer ao mundo que eu ainda estou por aqui
Eu não voei, eu estou descendo
Você é o vento, o único som

Sussurre para meu coração
Quando a esperança estiver acabada
E ninguém puder te salvar

Eu caminho sozinha
Cada passo que dou
Eu caminho sozinha

Minha tempestade de inverno
Mantendo-me acordada
Nunca acaba
Quando eu caminho sozinha

Volte a dormir para sempre
Bem longe dos tolos e tranque a porta
Eles estão por aí e eles terão certeza de que

Você não tem que ver
O que eu acabei me tornando
Ninguém pode te ajudar

Eu caminho sozinha
Cada passo que dou
Eu caminho sozinha

Minha tempestade de inverno
Mantendo-me acordada
Nunca acaba
Quando eu caminho sozinha

Esperando no céu
Eu nunca estive longe de você
Girando em direção ao chão eu sentia cada movimento
seu

Eu caminho sozinha
Cada passo que dou
Eu caminho sozinha

Minha tempestade de inverno
Mantendo-me acordada
Nunca acaba
Quando eu caminho sozinha

Escrito por Dead Poetess às 23h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/11/2007


Muitas vezes já me deparei com coisas das quais não aceitei mas tive que ficar calada.
Quem tem poder, manda, quem tem juízo, obedece..
E assim segue a vida de todos.
Dizem-se donos de seus próprios narizes, mas sempre dizem sim e abaixam a cabeça.
Quem tem culpa? O sistema! Fomos acostumados assim, e assim será para todo o sempre.
Até que alguém tenha a voz mais alta que a de todos e faça isso mudar, pra melhor.
Não adianta alguém tomar o comando e fazer disto uma ditadura.. Não adianta...
Já vivemos na nossa própria ditadura de seres. Onde aperta-se apenas um único botão e a sociedade robótica do século XXI faz.

Por que escrevi isso?!
Não sei.. talvez viveríamos num mundo melhor se pessoas não se deixassem envolver pela futilidade de hoje em dia!
Obrigada pela atenção disperdiçada!


Escrito por Dead Poetess às 18h02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

03/08/2007


E mais uma vez ela se pega olhando pela janela do ônibus..
Ela pensa em sua vida...nas coisas que têm acontecido com ela..Suas novas 'platonícies'...
Ela tem ficado quase louca, por isso..
O passado dela, ficou realmente para trás..
Agora, é somente ela e seus sonhos.. E por mais difíceis que eles sejam, ela os enfrentam e não desiste.. jamais..
Apenas, daquilo que ela sabia que não daria certo..
Afinal, ela tem que fazer escolhas. Fáceis, difíceis...
Ela tem crescido e juntamente com ela, tudo.. Inclusive os próprios sonhos..
Ela só tem medo de voar alto demais ..
Mas ela é uma guerreira.. Uma FORTE guerreira!


Escrito por Dead Poetess às 11h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

20/05/2007


Tenho mudado, mas as coisas ao meu redor, não!
Há tempos que não escrevo e isso tem me matado aos poucos..
Não estou bem psicológicamente (eu acho).. Tenho tudo e ao mesmo tempo, nada!
E com isso, tenho medo de perder o que tenho..
Não sei dar valor ao que tenho...e o que tenho não me satisfaz..
Quero tudo, eu posso, mas não tenho nada, não quero..
Não gosto de tomar calmantes, assim, não consigo ouvir meus próprios gritos...
Crescer dói!
E me 'esfria' a cada dia..
Não quero mudar... Sou ao mesmo tempo minha pior e melhor compainha!
Mas, eu não me aguento mais..
Não sou aquilo que mostro ser..Me fantasio de mim mesma!

Meu destino à Deus pertence..

Obrigada a quem visita meu blog, comentando ou não..
E desculpem minha ausência..



 

Escrito por Dead Poetess às 19h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

17/04/2007


Creio que últimamente tenho tratado algumas pessoas com muito disparate..
Saibam que não é de propósito..
Peço a ela que, por favor, tenha mais paciência do que vocês estam tendo...

Gosto muito de vocês, mas tenho passado por momentos fortes...e eu não sou tão forte quanto eles..
Sinto que tenho mudado, para pior talvez, e muitas coisas também estão mudando sem que eu queira...

Tenho me desgastado demais ultimamente e andado sem paciência...Aliás, NENHUMA paciência..
E estou vendo que tenho lhes tratado mal..
Até minha mãe me chamou a atenção..
Peço realmente desculpas por isso...

Entenderei qualquer tipo de reação de vocês..
Sei que não está fácil me aguentar..

Acho que eu tenho medo de qualquer coisa que me ajude de graça..
Sei que posso contar tudo a vocês, porém, não tudo..

Desculpa-me novamente... eu ou qualquer atitude abrupta que fiz/faço/farei...

Escrito por Dead Poetess às 09h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico